Pseudociese – respire fundo, está tudo bem!

 
Minha cachorrinha engordou, começou a montar um ninho, às vezes fica agressiva e chegou a ter produção de leite nas glândulas mamárias. Minha cadela está grávida? Mas ela não cruzou, como isso?

Mais conhecida como gravidez psicológica, a pseudociese não é tão perigosa assim. Trata-se de um disfunção hormonal da progesterona (hormônio do sexo feminino) que faz com que a cadela acredite que esteja grávida mesmo não estando. Ocorre quando a cadela não é castrada, e quando ocorre uma vez, ela pode apresentar o problema novamente. Acontece pelo menos uma vez com 50% das cadelas que não são castradas, geralmente entre dois a quatro meses depois do último cio.

Comumente a cadela começa a juntar objetos, brinquedos ou sapatos e a cuidar como se fossem sua cria. Algumas fêmeas ficam bem irritadas se você tenta tirar dela, porque afinal pra ela está apenas defendendo sua cria. É indicado que os donos não tentem tirar os filhotes imaginários, pois isso pode deixar a cadela bem ansiosa e agressiva.

Preciso procurar um veterinário?

Sim. Embora na maioria das vezes as fêmeas retomem seu comportamento normal após cerca de duas semanas de “gravidez”, há casos em que a ajuda medicamentosa ou até cirúrgica como a castração pode ser indicada – o tratamento varia de acordo com os sintomas da cada fêmea. Além disso, o acúmulo de leite nas mamas pode gerar uma infecção conhecida como mastite ou empedramento do leite, causando dores, nódulos e tumores na área, além de muita irritação, e deve ser tratada rapidamente por um profissional. Infelizmente a falta de tratamento pode acarretar uma série de problemas bastante complicados, incluindo tumores, infertilidades e o câncer.

Sua melhor forma de prevenção é a castração, já que evita a produção dos hormônios ligados à gestação.

Por que acontece?

É uma questão comportamental. A origem desta disfunção hormonal vem da época em que os cachorros eram selvagens. Antigamente as fêmeas que ocupavam uma posição inferior na matilha tinham um aumento da produção de leite, de modo que podiam ajudar a alimentar os filhotes de uma mãezinha que tinha dado à luz recentemente.Com isso os filhotes cresciam fortes e saudáveis. Era uma questão de trabalho em grupo. Esse comportamento hoje não é mais funcional, porém foi mantido e ocorre ocasionalmente.

 
Obrigado pela visita, espero você mais vezes aqui!