Deixar subir ou não na cama?

cama 1

Hoje o assunto divide muitas opiniões. Aqui eles tem quatro caminhas espalhadas pelo quarto, porém minha preferência é que sempre durmam comigo. Ao contrário do que muita gente pensa, o shih tzu eles não solta tanto pelo, o que pra mim seria o maior problema.

Quando tinha só o Mylow, meu sonho era que ele ficasse horas comigo na cama! Mas ele nunca queria ficar, era eu colocar e em 15 min no máximo ele pedia pra descer. Via várias pessoas reclamando do contrário e não conseguia entender. Quando peguei a Jolie nunca ensinei ou induzi, ela por si só sempre gostou de ficar na cama, e eu como sempre deixei, ela cada vez mais foi ficando. Hoje ela dorme comigo todos os dias.

Hoje vamos falar algumas vantagens e desvantagens de deixar seu peludo subir ou dormir na cama.

Vamos começar com as vantagens, porque vantagem é sempre muito mais legal!

Cães são fofos, quentinhos e aconchegantes, e aqui a Jolie esquenta meu pé todos os dias para dormir! É muito gostoso ficar com um cachorro na cama, é chamego o tempo todo, tem muita troca de carinho antes de dormir e na hora de acordar.  E com certeza o dia começa muito melhor!

Normalmente, os cães gostam de ficar na cama. Há aqueles que preferem ficar um pouco e logo descer, que é o caso do Mylow, e tem aqueles que sobem e vão até o outro dia com você, como minha pequena Jolie.

Eles tem a vida tão curta, que não consigo e nem nunca passou pela minha cabeça proibir o acesso deles.

Outra questão que não posso deixar de comentar é com isso diminuí minha ansiedade, quando chega a hora de dormir e estou preocupada ou nervosa com qualquer coisa, é IMPOSSÍVEL pensar nisso quando se está ganhando milhões de lambidas por minuto, você esquece seus problemas e só curte aquele momento. Isso me deixa muito relaxada, o que faz com que o meu sono fique muito mais tranquilo.

Agora vamos falar sobre algumas desvantagens:

Se seu peludo é muito agitado durante a noite, ou ronca alto, ou fica subindo e descendo durante a noite toda, isso realmente irá atrapalhar, fazendo com que você acorde muito cansado (a). Ou também pode ser você que se mexe muito e com isso pode sem querer provocar um acidente, como jogar seu cãozinho pra fora da cama.

Porém acho que a grande cisma da maioria que não deixa os peludos subirem é a questão da higiene. Por mais limpo que seu cãozinho seja, ele sempre será um cachorro, e sua patinhas vão ao chão, à rua, à grama, e, por mais que você limpe, elas nunca estão 100% limpas. Fora que ele deita em vários lugares se esfrega em vários lugares. Enfim, se você for um maníaco por limpeza, realmente não vai ser uma boa ideia. Aqui Mylow vai à rua todos os dias, então toda vez que volto passo um paninho com água ou lencinho umedecido próprio pra cachorro ou um bem suave de bebê.

E aí?! Você deixa ou não os peludos ficarem na cama?

Anúncios

Aumentando a família

anuncio gravidez1

O teste deu positivo, a ultrassom confirmou, é oficial: a família vai aumentar! Na hora de contar a novidade, que tal incluir o peludinho nas fotos de anúncio de gravidez? Aposto que será um sucesso!

As fotos podem incluir todos os membros da família ou dar um destaque especial pro “primogênito peludo”. Com plaquinhas e frases fofas/engraçadas ficam um charme!
anuncio gravidez pets
 
anuncio gravidez plaquinhas
Se seu cachorrinho for muuuuuito peralta e não conseguir ficar paradinho para ser fotografado, você pode usar algum acessório dele, como coleira, caminha, brinquedo…
anuncio gravidez objetos

Já curtiu nossa fanpage e já está nos seguindo no Instagram?

Assento Transpet – Tubline Pet

tubline 4

 

Se a pessoa tiver um pouco de bom senso, vai saber o quanto é perigoso (para ambas as partes) andar com um cão solto na parte da frente do carro. O animal deverá sempre ficar na parte traseira do carro, ou com cinto de segurança, ou em caixas presas por cinto de segurança.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), não se deve transportar pessoas, animais ou volume à esquerda do motorista ou entre seus braços e pernas (infração média, com pena de multa). Além disso, é infração grave conduzir pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo, salvo nos casos devidamente autorizados, sob pena de multa e retenção do veículo para transbordo.

Para solucionar esse problema, há assentos específicos para o transporte de animais domésticos, como o assento Transpet. Adquiri esse produto por influência de amigas, e hoje percebo a grande utilidade que ele tem. Seu animal de estimação merece um cantinho seguro e confortável  para ser transportado.

De acordo com a marca:

A Tubline, fabricante de cadeiras infantis, produz a cadeirinha de segurança para automóveis na versão para cães. Trata-se de um produto inédito no Brasil que vai deixar os cãezinhos mais confortáveis e os motoristas mais seguros quando transportarem seus animais num automóvel.

Além do conforto e de proporcionar um passeio agradável para os cães que apreciam a paisagem, o Transpet funciona como um equipamento de segurança, porque o cão solto num carro em movimento tira a atenção do motorista no trânsito e coloca em risco motoristas e passageiros.

Característica e especificações técnicas:

  • Assento para transporte de cães pequenos, com até 10 kg de peso;
  • Adaptável à maioria dos assentos de automóveis;
  • Recomenda-se o uso de coleira peitoral com o Transpet (não incluída);
  • Trava no próprio cinto de segurança do automóvel e no banco;
  • Altura regulável que se adapta à maioria dos cães com até 10 Kg;
  • Protege o assento do automóvel de qualquer sujeira;
  • Dobrável e fácil de transportar.

Caso seu cachorro tenha mais de 10kg, opte pelo cinto de segurança para Cães.

ATENÇÃO:

Este produto não deve ser utilizado em assentos equipados com air-bag no banco traseiro.

Agora vamos a minha opinião:

Gosto muito dos produtos da Tubline, uso vários e nunca tive problema. Eu preferi comprar o assento a um simples cinto, pelo fato de que o cachorro quando volta de um passeio geralmente está com as patinhas sujas e acaba sujando todo seu banco.

O assento é super fácil para instalar, como mostra a imagem abaixo, que foi tirada do próprio manual de instrução.

tubline 1

Chamo a atenção para a finalização com o cinto de segurança (passo 6). Vejo muitas fotos de pessoas usando esse assento sem passar o cinto pela alças na parte frontal do assento, o que faz a cadeira ficar com total falta de segurança, pois numa freada brusca ela pode soltar e ir parar na frente do carro.

O assento é feito de uma lona bem resistente e tem um zíper na parte da frente, onde você pode usar para guardar petiscos e saquinhos para recolher eventuais sujeiras. Tem várias opções de cores, e a pouco tempo foi lançado também o modelo Transpet One que é de couro. Aqui coloquei algumas das opções que temos.

tubline 2

Nas instruções de uso, fala que deve ser usado com a coleira peitoral. Acredito que a melhor opção seja uma coleira em formato de 8, ela é um pouco difícil de encontrar, mas é a mais segura em caso de colisão ou freada brusca, pois não pega no pescoço do cão.

tubline 3

Minha opinião sobre o produto é que ele é extremamente prático na hora de instalar, fica super compacto fechado, é bonito, adaptável e seguro, além de possuir ótima qualidade. Realmente superou minhas expectativas!

Você encontra em sites onlines e algumas pet shops. O preço fica em torno de R$ 70,00 à R$100,00.

Vale ressaltar que o motorista se sente bem mais seguro na hora de fazer curvas acentuadas do que se seu cão estivesse preso somente pelo cinto de segurança canino, pois ele poderia cair de mal jeito. Já na cadeirinha, fica com o espaço limitado.

TRANSPET 001

 

Espero que tenham gostado, qualquer dúvida deixe um comentário, que responderei com prazer! E não deixe de curtir nossa fanpage!

Tipos de Ração – Super Premium, Premium e Standard

Ração, inicialmente, parece algo bem simples. É só ir a um Pet Shop ou mercado, escolher alguma da prateleira, chegar em casa e servir, pois já vem pronta.

Todavia, sabemos que está longe de ser simples assim. Existem inúmeras rações diferentes (filhotes, adultos, alta energia, diet, terapêutica, tamanho do cão, etc) que são classificadas de acordo com o coeficiente de digestibilidade, ou seja, a quantidade de nutrientes da ração que são efetivamente absorvidos pelo animal. Premium? Super Premium? Standard? O que significa isso?

 

SUPER PREMIUM

Imagemração1

Esse tipo de ração teve origem na década de 90, e a marca Premier Pet foi a pioneira no Brasil. São rações balanceadas com composição ideal para os animais, tem elevada digestibilidade e são usados ingredientes nobres em sua composição. As proteínas são de origem animal (como carne bovina, frango, peixe e outros) ou, em alguns casos, vegetais de melhor absorção. São super concentradas, com isso, uma pequena quantidade ingerida pelo cachorro, já o deixa saciado. E como são rações muito bem absorvidas, a quantidade de fezes também é menor.

Em uma ração que contenha proteína de frango, por exemplo, ela pode ser extraída dos pés, das vísceras, da carcaça ou da carne propriamente dita. Em todas essas partes existem proteínas, porém a proveniente da carne propriamente dita tem a qualidade superior.

Muitas das vezes achamos a ração Super Premium muito cara, mas precisamos pensar que o animal irá estar com suas necessidades nutricionais 100% satisfeitas e assim não adoecerá facilmente, diminuindo gastos com o veterinário. Uma solução é comprar sacos maiores de 7kg ou 15kg, pois quanto maior o saco, maior a economia. Aí basta armazenar direitinho, fechando bem, deixando num lugar arejado e fresco (longe da incidência de luz) e evitando de ficar abrindo toda hora, não haverá problemas.

Algumas Rações Super Premium: Royal Canin (Royal Canin), Guabi Natural (Guabi), Equilíbrio (Total), Pro Plan (Nestlé Purina), Premier Pet (Premier Pet), Eukanuba (IAMS), Hills Science Diet (Hill’s), Wellness (Nutron), Cyno (Cyno)

PREMIUM

Imagem2ração

No Brasil, teve origem na década de 80. O coeficiente de digestibilidade é alto, em torno de 80%. Também é uma boa ração, também possui um balanceamento ideal, porém utiliza uma maior quantidade de proteína vegetal em sua formulação. Com isso, o cão irá precisar de mais quantidade de ração para se sentir saciado e a quantidade de fezes irá aumentar. O preço é menor por não usar a melhor matéria prima, se comparada às super premiuns.

Algumas Rações Premium:  Max (Total), Game Dog (Cyno), Foxy (Provimi), Golden Fórmula (Premier Pet), Faro (Guabi), Tutano (Nutron), Pedigree (Effem), Dog  Chow (Nestlé Purina)

 

STANDARD

Imagemração3

Essas rações também são balanceadas, tanto que são chamadas de rações de manutenção. Entretanto a qualidade da proteína utilizada é bem inferior, geralmente vegetais com pouco aproveitamento e subprodutos animais (como chifre, penas, bicos, casco, farinhas de carne e outros). Os cachorros vivem perfeitamente bem com essas rações, só precisarão ingerir um volume muito maior para adquirir os nutrientes na quantidade necessária, já que o coeficiente de digestibilidade é mais baixo (60%), o que implica em aumento no volume das fezes. Essas rações geralmente possuem uma grande quantidade de palatabilizantes, corantes e conservantes. São encontradas facilmente em supermercados e outros locais de comércio não especializado.

Algumas Rações Standard: Champ (Effem), Bonzo (Nestlé Purina), Delidog (Nestlé Purina), Frolic (Effem), Herói (Guabi), Lider Chips (Total), Nero (Total), Karina Premium (Nestlé Purina).

Há, ainda, uma outra categoria de ração, chamada de combate ou econômica. São produtos de qualidade inferior, com baixo coeficiente de digestibilidade (em torno de 45% a 50%), em que a fonte de proteínas é quase integralmente de origem vegetal. Desse modo, a maior parte do alimento acaba não sendo absorvido pelo cão, que vai eliminá-lo nas fezes. Em alguns casos, o animal pode apresentar disenteria, o que aumentará as visitas ao veterinário e gastos com a saúde.

Essa divisão, embora de conhecimento geral, ainda não é regulamentada por nenhuma legislação específica. Trata-se, apenas, de uma sugestão da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), antiga Anfalpet, órgão que representa a indústria pet e se divide em Pet food (alimentos veterinários), Pet vet (medicamentos veterinários) e Pet care (equipamentos, acessórios e produtos para higiene e beleza dos peludos).

Quer ficar por dentro dos próximos posts da série Alimentação? Não deixe de curtir nossa fanpage!

Troca de dentes dos filhotes!

Depois da chegada do filhote, da sua adaptação ao novo ambiente e do ciclo completo de vacinas, começa uma nova fase de novidades: a troca de dentes. Ela ocorre por volta, mais ou menos, do quarto ao sexto mês de idade de todo filhote. Eles irão trocar os dentes decíduos (dentes de leite) pelos dentes permanentes. Os dentes da fase inicial são finos, pontiagudos e machucam com mais facilidade – quem nunca se machucou nas brincadeiras com seus  pets?! Já os dentes permanentes são maiores, mais resistentes e serão os dentes definitivos por toda a vida do animal e, por esse motivo, requerem cuidados diários.

mel dentes-01

Mas muita atenção: durante a fase de troca de dentes, o pet ficará mais sensível, toda sua gengiva ficará mais dolorosa e isso implicará na alimentação, deixando o animal mais seletivo com os alimentos justamente por esse desconforto causado pela perda dos dentes antigos e pelo nascimento dos novos. Nessa fase inicial da troca (somente nessa fase), assim que você perceber uma certa dificuldade na alimentação, o ideal é amolecer um pouco a ração, o que pode ser feito de duas formas: adicione um pouco de água e aqueça no micro-ondas ou só acrescente água mesmo. Eu optei por acrescentar água geladinha. Porém, na fase final da troca de dentes, o ideal é manter somente a ração seca para que haja estímulo na arcada dentária e mandíbula.

Normalmente não encontramos os dentes trocados, eles somem na mastigação, mas eu ainda cheguei a pegar alguns caídos pelo chão e um com o qual a Mel estava brincando. Nessa fase também é bem comum a presença de mau hálito e eventual sangramento na gengiva, e situações como apatia temporária, por conta da dor. Entretanto, na maioria dos casos, o cão fica super bem, as únicas partes unânimes são a dificuldade na alimentação e um super mau hálito rs.

dentes-01

Dentição de tubarão também é bem frequente, trata-se da presença de dentição dupla, e ocorre quando a troca não acontece totalmente, e ficam duas filas de dentes (a antiga e a atual). Fique tranquilo, com o tempo os dentes de leite vão caindo. Mas, caso isso não ocorra até a fase adulta, procure um veterinário.

dentes my-01-01

Uma dica muito importante é começar a escovação dentária antes mesmo da troca dos dentes, condicionando o seu pet a já se acostumar com esse cuidado diário. Assim você evita o acúmulo tártaro. Invista na compra de brinquedos de plásticos para que ele possa coçar a gengiva e morder.

Quer ficar por dentro das novidades? É só acompanhar a turminha no Facebook!

Bebedouro de Bilha e Comedouro – Chalesco

Olá! Hoje vou contar para vocês a minha experiência com o bebedouro de bilha / comedouro da Chalesco.

bebedouro-chalesco-com-suporte-e-comedouro-verde

Antes de adquirir o produto, tive vários bebedouros que não deram certo para o Mylow. Quando fui buscá-lo no canil,  me aconselharam a não usar a bilha, pois disseram que o cão não consegue beber água suficiente, e me sugeriram comprar esse modelo com limitador de água:

bebedouro com limitador

Só que o My começou a deitar em cima do bebedouro, então, quando eu chegava em casa, o pescoço dele estava todo molhado! No desespero, corri no Pet Shop mais próximo e comprei uma bilha de fixar na parede/grade. Achei super barato e decidir experimentar para ver o tal bicho papão da bilha. Porém, como todo barato sai caro, ele tinha uma molinha na ponta (e não bolinhas) e pingava o tempo todo, o que me deixou com medo de que a água da garrafinha acabasse e o My ficasse sem água para beber enquanto eu estivesse fora trabalhando. Era de um modelo assim:

bebedouro

Liguei para veterinária dele e ela me aconselhou a comprar a bilha da Chalesco, que era o que ela usava, e falou que pro Mylow era a melhor solução. Ela afirmou que não teria problema, pois ele iria beber água sim, toda vez que sentisse vontade. Ainda, me disse para retirar a antiga, porque, se molhando tanto, o My poderia acabar tendo algum problema na pele.

No mesmo dia consegui comprar o tal bebedouro! Mas achei que quase não saía água e fiquei cheia de dúvidas. Pesquisando na internet, descobri que muita gente retirarava uma das bilhas que tem na parte da frente.

passoapasso

Foi o que eu fiz e com isso ficou tudo mais fácil! A água escoava com muita facilidade e o melhor de tudo: não pingava nada no chão. Outro ponto que considero superpositivo é que o produto é comedouro também, o que torna tudo mais compacto e, esteticamente falando, mais bonito. O tamanho do comedouro é de aproximadamente 200 mL e do bebedouro aproximadamente 500 mL.

Sei que muita gente é contra a bilha. Eu também, como moro no Rio de Janeiro (onde faz muito calor), diversas vezes pensei que o Mylow tomaria mais água em um bebedouro normal. Até pensei em comprar o Vida Mansa, mas desisti depois que encontrei outra solução. Então faço assim: sempre que chego em casa, coloco um potinho com água bem gelada e deixo o My beber à vontade. Logo que ele para, retiro o potinho e enxugo a barbinha. Faço o mesmo procedimento quando ele chega do passeio diário e sempre que acho que ele está ofegante. Mas, durante o dia, ele fica só na bilha.

Esse bebedouro da Chalesco tem grande variação de preço, de R$60,00 a R$120,00! Pois é, tem que pesquisar antes de comprar logo no primeiro lugar.

“A Chalesco investe constantemente em pesquisas e no desenvolvimento de produtos, junto a fabricantes nacionais e internacionais, para oferecer a seus clientes uma linha variada, com alta tecnologia, qualidade, design e excelente relação custo-benefício.
Sanar problemas de forma rápida e eficiente, ouvir e incorporar críticas e sugestões, oferecer suporte técnico, produzir materiais adequados à comunicação das marcas e à exposição dos produtos ao consumidor são alguns dos meios adotados pela empresa para ampliar os benefícios do serviço que oferece ao mercado.”

Existem bebedouros similares de outras marcas também, mas aconselho a, antes de comprar, perguntar a um amigo, ou pesquisar na web a opinião das pessoas, já que não é um produto tão barato assim.

E não se esqueçam de manter a água sempre fresca e limpar frequentemente seu bebedouro, pois assim seu animalzinho fica livre de bactérias e fungos.

Mylow

E aí, ja curtiu nossa Fanpage? Passa lá!!