Passo a passo – centopéia de meia!

centopeia

Quem aí nunca correu atrás do seu peludinho pra resgatar uma meia? Aqui, as minhas ilustres ~comportadas~ insistiram em roubar meias da minha mãe por longos períodos. A solução? Aquele velho ditado: se não pode contra eles, una-se a eles. Se na sua casa o peludo for da turminha dos meliantes de meia, vem com a gente que o post de hoje foi feito pensando em você.

Vamos criar um brinquedo novo pro seu bichano com seu cheirinho e super atraente? Basta pegar um meião que vá até o joelho (se for colorido, vai ficar mais legal) e várias meias velhinhas. Se tiver algum chocalho ou apito tipo squeeze em casa, pode pegar também!

O passo a passo é simples: enrole as meias velhinhas de forma a conseguir bolinhas. Se tiver um squeeze, ponha dentro das bolinhas de meias. Enfie no meião uma bolinha de meia por vez e dê um nó. Usei liga de borracha colorida, com reforço de costura, achei mais fofinho. Repita até que acabe o meião. Pra enfeitar, coloquei olhos e linguinha feitas de feltro. Só chamo a atenção para reforçarem na costura. Garanto que seus peludos adorarão e será um ótimo brinquedo pra servir de cabo de guerra (seja entre dois peludos ou entre você e seu melhor amigo). Por aqui a guerra foi mesmo de verdade e não largaram o brinquedinho novo, e super econômico, desde que viram. Aliás, quase nem me deixaram fotografar a centopéia, rs.

centopeia meia

Você ainda pode aproveitar o outro lado do meião. Pegue uma bolinha (de tênis ou de borracha) e ponha bem ao centro do meião, fixando sua posição com nós de cada lado para a bolinha não escorregar. O pedaço de meia que sobrar para os lados da bolinha pode ser cortado em tiras. Esse é outro brinquedo que fará sucesso, podem apostar! Se quiser trançar os fios, vira uma corda e com a bola no centro, vai pular e encantar seu amiguinho.

Gostaram? Quem fizer nosso passo a passo, deixe comentários e mande foto para nosso e-mail. Adoraremos seu retorno!

Ah, já curtiu nossa fanpage? Passa lá! Temos também perfil no Instagram!

Anúncios

Brinquedo de corda

10606278_350343398466140_5867438213853579256_n

Puxa para cá, puxa para lá – é assim que descrevo a atividade principal dos brinquedos de corda. Brincadeiras a parte, eles são essenciais para estimular as articulações e músculos do seu pet, além de promoverem a saúde bucal, já que massageiam a gengiva e ajudam na limpeza dos dentes, evitando o acúmulo de tártaro. E, de quebra, fazem com que o animal não fique entediado.

Mylow desde de filhote teve alguns brinquedos de corda. Às vezes ele brincava sozinho, mas muitas vezes eu segurava a outra ponta, fazendo um tipo de cabo de guerra, e isso era muito bom! Principalmente porque o filhote tem muita energia e, se você não gastar essa energia, ele acaba fazendo o que não deve dentro de casa. Muitos questionam esse tipo de brincadeira (cabo de guerra entre cão e dono), mas há vários estudos que garantem que não causa nenhum dano à personalidade do animal.

Quando a Jolie chegou, tudo mudou: começou um incansável cabo de guerra quase todos os dias entre eles dois. Se tornou uma das brincadeiras preferidas deles, já que vivem disputando a liderança. O que muitos não sabem é o que os cães são descendentes de lobos. Os lobos brincam assim e quem fica com o graveto final é o Lobo Alpha, então o cão também gosta desse tipo de brincadeira para demonstrar sua liderança.

Quanto à limpeza da corda, geralmente lavo uma semana sim, outra não, pois, como fica um pouco molhado, vai no chão e é de pano, acumula muita sujeira. Lavo na máquina mesmo.

Na hora de escolher o brinquedo de corda do seu cão, lembre-se de levar em consideração o tamanho:  uma vez a minha mãe comprou um modelo tão grande e pesado que a pequena Jolie não conseguia carregar! Então fica de dica.

cordaaa

Esse tipo de brinquedo:

  • Estimula uma atividade de exercício físico intenso
  • Necessita de pouco espaço físico, podendo brincar até dentro de um apartamento
  • Reforça o companheirismo entre cães da mesma casa e entre cão e dono
  • Reforça a liderança, e não a dominância do dono, estreitando os laços entre as duas espécies
  • Trabalha com instintos naturais, evitando que esses mesmos instintos sejam direcionados para atividades destrutivas
  • Auxilia o equilíbrio mental dos cães mais ansiosos, que encontram uma forma e uma hora adequada para extravasar
  • Recompensa o bom comportamento, a obediência e a cooperação com o dono
  • Estimula o aumento da autoconfiança em cachorros muito tímidos

E aí, ja curtiu nossa fanpage? E nosso perfil no Instagram? Você não vai querer ficar fora dessa, vai?

Brinquedo do dia: Maçã da ZeeDog

toys

Recentemente a ZeeDog lançou uma linha super divertida de brinquedos. A ZeeDog é uma marca muito querida aqui em casa e na galerinha do ShihTzuCafé – grande parte da turminha possui as coleiras e as guias super fashion deles. Agora resolvi experimentar a linha de brinquedos também e comprei a Maçã por algumas razões específicas.

Nem preciso dizer que foi um sucesso só! A Mel amou de cara e é um brinquedo que ela carrega por toda a casa. Escolhi o brinquedo em formato de maçã por ser uma das frutas predileta dela: ela é louca por maçã ao nível de acordar se alguém pegar uma maçã em casa. Todos os brinquedos dessa linha possuem rigidez e irregularidades diferentes, além de um espaço oco interno para colocar petiscos. Além da maçã, existem outras “frutas” e “legumes”, que são: berinjela, kiwi, couve-flor, ervilha, pera, cenoura, laranja, pimentão e banana.

macazeedog

A descrição do brinquedo de maçã – ZeeDog:

A maçã é um personagem poderoso dos contos históricos e mitos, sendo inclusive símbolo de amor. Mas amor, mesmo, foi o que nós usamos para cultivar nossas Super Maçãs. Cheia de vitamina “Zee”, é garantia de que seu cachorro vai estar sempre feliz. Feita de borracha TPR de alta qualidade, ela flutua, limpa os dentes, massageia a gengiva e possui um interior oco para que você recheie com petiscos saudáveis! Nós até criamos nosso próprio ditado: ‘Uma super maçã por dia a consulta adia’!

O que mais curtimos na maçã é que ela é um brinquedo muito atrativo, já que suas irregularidades fazem com que o cãozinho tenha mais desafios para pegar e carregar com a boca, o que o mantém entretido. Além disso, graças às  irregularidades, ela sempre rola para outros lados no percurso, ela não é como uma bola, lisa, que rola no chão em uma única direção. Sua rigidez não machuca, muito pelo contrário, ajuda na limpeza dos dentes e na fase inicial da troca de dentes.

Clique aqui e veja o vídeo para entender como ela é!

Gosto de intercalar ração, petiscos e pedacinhos de maçã no interior da brinquedo, e faz o maior sucesso. A pequena Melissa fica doidinha quando tem alimento dentro.  O produto é super útil: diverte, alimenta, higieniza e é super fácil de limpar.


A marca é super moderna e cheia de criatividade, amo demais os produtos e suas inovações.

Curta nossa fanpage! E fique por dentro de tudo o que acontece com a turminha no nosso perfil no Instagram!

É hora de brincar!

Filhotes são naturalmente serelepes e curiosos. Gostam de explorar o mundo à sua volta e a maneira que têm para fazer isso é usando os dentinhos. Para evitar que os objetos da sua casa fiquem todos roídos, é importante oferecer brinquedos dos mais variados tipos, assim o pequenino terá o que fazer enquanto estiver sozinho – e, de quebra, terá o que usar para coçar os dentinhos que estão nascendo. Assim, nessa fase da vida, prefira brinquedos macios, que possam ser mordidos sem representar riscos para o animal, como bolinhas macias, brinquedos de borracha e mordedores caninos.

brinquedos para filhotes

Mas meu cão já é adulto. Ele também precisa de brinquedos?

Imagine ficar o dia todo sem uma atividade. Você logo se sentiria entediado, cheio de energia acumulada e precisando extravasar de alguma forma, certo? Com os nossos peludinhos isso também acontece. Já falamos sobre as conseqüências de ter um cão enfadado em casa. Então que tal oferecer brinquedos bem legais para seu amiguinho? Para adultos o universo de opções é gigantesco! Os brinquedos precisarão ser mais resistentes, pois os dentes estarão mais fortes. Leve em consideração o temperamento, o tamanho e o peso de seu cão e ofereça pelúcias, bolinhas, discos, pneus, cordas, frisbee… E não se esqueça dos brinquedos interativos, brinquedos onde alimentos possam ser escondidos, brinquedos que apitam… A lista não tem fim! Observe as preferências do seu companheiro e monte uma caixinha de brinquedos para ele!

brinquedos para dogs adultos

E o meu cãozinho idoso?

Quando chegar a melhor idade, seu animalzinho ainda precisará se divertir. Dê preferência a brinquedos mais leves e macios, que não exijam grande esforço físico do animal, como as pelúcias, os interativos, os que apitam… Nessa fase seu peludo estará mais calmo (há exceções!) e dorminhoco, mas ainda assim é fundamental oferecer distrações para que ele não se sinta aborrecido.

Lembre-se: cachorro que brinca é cachorro feliz! E tem coisa mais gostosa do que ver a felicidade estampada no rosto do nosso amiguinho?

Já curtiu nossa fanpage? E já está seguindo a turminha no Instagram?

Guia de compras pet: Orlando

petshop orlando

E daqui uns dias chega Julho! Mês de férias pra muitas pessoas. Alguém aí vai viajar? Quer dicas de compras de produtos pet pro seu filhote em Orlando? Então vamos lá!

Orlando, conhecida como capital da diversão, paraíso das compras, terra da fantasia e vários outros apelidos bastante convidativos, pode ser o lugar ideal pra você encontrar presentes bem legais pro seu mascote. Comecemos pelo lugar mais básico de todos: Walmart. Supermercado? Sim, supermercado! Em Orlando há Walmarts gigantescos, onde você encontra várias coisas pro seu cãozinho, como brinquedos, shampoos, roupinhas, coleiras, escova, etc. E não pense que estamos falando de marcas sem qualidade! Nada disso! São cosméticos super cheirosos da Pet Head (conhece a mundialmente famosa Bed Head? É a linha canina da mesma marca!), escovas Oster, etc. A vantagem é que muitas lojas funcionam 24 horas, então sempre que sobrar um tempinho você pode dar um pulinho lá.

foto (1)

Então vamos à Target e sua irmã maior, a SuperTarget. Nessa espécie de Walmart com algumas marcas mais “chiques”, você encontra de tudo um pouco. Até produtos Kong tem por lá! Que tal colocar um kong classic, bem como vários tipos de recheios, no carrinho? Ou um kong wobbler, pra estimular a inteligência do peludo? Cada loja funciona em horário diferente, variando conforme os dias da semana.

Grandes lojas de departamentos, como Ross, Sears e Burlington também costumam ter seções voltadas pros pets. Lá os produtos variam conforme a disponibilidade, mas há comedouros, brinquedos, coleiras e, principalmente, roupinhas. Muitas roupinhas! Como a Dina não usa, não prestei muita atenção nessa parte. Mas ressalto que nessas lojas, muitas vezes, você precisará “garimpar” os produtos, especialmente no fim do dia quando a bagunça dos clientes já tomou conta.

Se você procura por produtos diferenciados, em Downtown Disney há a Happy Hound, um quiosque super descolado focado nos nossos mascotes. Lá você encontra desde quadrinhos específicos de cada raça até enfeites para coleiras, roupas, plaquinhas de identificação e brinquedos. O preço é um pouco mais alto, mas não deixa de ser uma opção interessante e divertida de presente!

thita

E Pet shops? Não há? É claro que há! As principais são PetCo e PetSmart. Ambas são enormes e repletas de produtos para todas as espécies de animais. Em ambas você encontra desde rações a medicamentos, passando por casinhas, camas, comedouros automáticos e todo tipo de artigos de higiene. Gostei mais da PetSmart, pois a variedade de brinquedos é maior. Trouxe produtos kong e kyjen (os preferidos da Dina), além de alguns brinquedos da Martha Stweart e PetStages.

Um item que valeu muito a pena foi um clipe para fechar o pacote de ração (PetCo). Outros produtos muito úteis foram: uma guia retrátil (Ross), coleira em formato halter (PetSmart) e rolo para tirar pelos da roupa (Walmart). Porém, nada fez tanto sucesso com a Dina e os demais cães presenteados quanto os brinquedos!

brinquedos

Já curtiu nossa fanpage? Passa lá!

Faça você mesmo – fantasia de dinossauro!

E para me desculpar à altura com os machos leitores do blog pelo atraso no post da fantasia de palhacinho para deixá-los mega arrumadinhos para o bloquinho, venho com outra fantasia facinha facinha de fazer! Foi a Raissa, impulsionada pelo espírito carnavalesco, quem quis fazer pro Ringo e fotografou o passo a passo para gente! Quem quer um dinossauro por aí?!

Você vai precisar de:

  • 0,5 m cetim verde claro
  • 0,5 m de feltro verde escuro
  • Espuma
  • 0,10 m de velcro
  • Tesoura para tecido
  • Cola de silicone líquida (não é a que usamos com pistola)
  • Agulha e linha de pesca (pode ser linha normal, mas minha amiga indicou essa e eu acabei usando)

dinossauro 1

(para fazer a fantasia, gastei ao todo R$ 12,70)

Vamos começar?

Novamente, é interessante pegar uma roupinha que dê no seu peludo direitinho e que seja  bem fácil de copiar o modelo.

*Caso você não tenha, sugiro pegar o “molde” da minha e desenhar num papel e ir tentando achar o tamanho do seu dog.

Então, com a roupinha em mãos você desenhará o molde no cetim verde claro. Note que mais uma vez iremos fazer um macaquinho e fizemos os retângulos na parte de baixo da fantasia já no mesmo tecido pois, diferente da fantasia de palhaço, não temos dois tecidos aqui. Não esqueça de considerar que para todos os lados deve sobrar uma faixa de uns dois dedos para fazermos a bainha. Pode cortar na linha desenhada. Um conselho que eu dou é tentar fazer o mínimo possível de cortes nas fantasias. Assim serão menos pedaços para colar e/ou costurar.

dinossauro 2

Daí é hora de fazer a bainha. Como tinha dado certo na outra fantasia, mantive a técnica da costura com cola de silicone (rs). Repito, a bainha fica perfeitinha. Você irá dobrar duas vezes respeitando o limite do tamanho que dará no peludo. Lembra que deixamos a margem de dois dedos? É essa margem que você dobrará (eu dobro duas vezes para não ficar desfiando. Então, duas dobras de um dedo cada). Passa cola e vai grudando, feito na fantasia anterior.

Após, pregue o velcro onde a fantasia se encontraria. Também aqui foi usada cola. Uma dica para não perder material: lembre-se de que um lado do velcro ficará por fora e outro por dentro. (Difícil explicar, mas simulem antes de colar e entenderão o que eu tô falando). E fiz triângulos que seriam grudados no centro da roupa conforme na foto.

dinossauro 3

Para o rabo, a Raissa simulou fazer um cone de tecido e o encheu de espuma. Para essa etapa, melhor usar agulha e linha e então costurar na roupa, para ficar mais firme. Também ponha alguns triângulos verde escuro no rabo.

rabinho montado

Passada essa fase, ela foi pensar em como fazer a cabeça. Dei a dica: bastou eu lembrar de umas toucas de piscinas e adaptar para a existência de duas orelhas, rs. Cortei dois semi círculos e uma faixa central. Não se esqueça de deixar a margem para a bainha.

dinossauro 4 montado

Então, pregamos na parte do corpo da fantasia (1) e colocamos ali uns triângulos verde escuro também (2). Depois foi só juntar tudo e fazer furos onde entram as orelhas (3).

dinossauro 5 montado completo

Agora vamos amarrar as patinhas com o próprio tecido verde claro fazendo um círculo tal como na foto.

dinossauro 6 montado

Então, o Ringo não ficou lindo???

dinossauro 7 montado

“Se você fosse sincera, ô ô ô, Aurora! Veja só que bom que era, ô ô ô, Aurora…!”

Faça você mesmo – Fantasia de Palhacinho!

Claro que eu não ia deixar as mamães de peludinhos machos com inveja! Resolvi me aventurar numa fantasia masculina e arrastar uma amiga comigo pro bloquinho. Fizemos juntas a fantasia e fui ajudá-la, pois eu já tinha alguma experiência, e ela não sabia por onde começar. Nós nos divertimos fazendo a fantasia e vamos pular carnaval com os peludos em grande estilo, e o melhor, por um precinho acessível e tudo feito pro nós.

Quem quer peludinho de palhacinho aí? Vem com a gente que ensinamos o passo a passo.

Você vai precisar de:

  • 0,5 m cetim estampado I
  • 0,5 m de cetim estampado II (escolha as estampas que se descombinem combinando. Na dúvida, põe um lado liso e outro de bolinhas, um listrado e outro liso, um de bolinhas com outro de losango – o bom é que é carnaval e palhaço sempre foi uma figura super colorida)
  • 0,40 m de fita enfeitadinha de três cores
  • 0,10 m de velcro
  • 5 pompons de filó fino (já vende pronto, o que é ótimo porque economiza tempo)
  • Tesoura para tecido
  • Cola de silicone líquida (não é a que usamos com pistola)
  • Agulha e linha de pesca (pode ser linha normal, mas minha amiga indicou essa e eu acabei usando)
  • Miolo do rolo de papel higiênico
  • Paetês a gosto.

palhacinho 1

(para fazer a fantasia, gastei ao todo R$ 19,80)

Vamos começar?

Novamente, é interessante pegar uma roupinha que dê no seu peludo direitinho e que seja  bem fácil de copiar o modelo.

*Caso você não tenha, sugiro pegar o “molde” da minha e desenhar num papel e ir tentando achar o tamanho do seu dog.

Então, com a roupinha em mãos você desenhará a parte de cima (o corpo, camisetinha) no cetim estampado. Como queremos cada metade de uma estampa, desenhamos a metade em cada tecido, considerando que para todos os lados (inclusive para a face que se encontrará com a outra metade) deve sobrar uma faixa de uns dois dedos para fazermos a bainha. Pode cortar na linha desenhada. Um conselho que eu dou é tentar fazer o mínimo possível de cortes nas fantasias. Assim serão menos pedaços para colar e/ou costurar.

palhacinho 2

Dai é hora de fazer a bainha. Como tinha dado certo na outra fantasia, mantive a técnica da costura com cola de silicone (rs). Repito, a bainha fica perfeitinha. Você irá dobrar duas vezes respeitando o limite do tamanho que dará no peludo. Lembra que deixamos a margem de dois dedos? É essa margem que você dobrará (eu dobro duas vezes para não ficar desfiando. Então, duas dobras de um dedo cada). Passa cola e vai grudando.

O próximo passo foi unir as duas metades. Eu e a Raíssa (a amiga dona do peludinho que sairá no bloquinho de palhaço) ficamos receosas de descolar no meio do bloquinho e preferimos usar a agulha e linha nessa etapa. Após preguei o velcro onde a fantasia se encontraria. Também usei cola. Uma dica, para não perder material, lembre-se que um lado do velcro ficará por fora e outro por dentro. (Difícil explicar, mas simulem antes de colar e entenderão o que eu tô falando). Na foto fica fácil entender.

palhacinho 3 montado

A idéia inicial era fazer um macaquinho e então tivemos que usar nossa veia costureirística (Toma Tapiré nesse português, rs. Alguém aí além de mim se diverte com a comunidade Tapirense da novela Além do Horizonte? Adoro e me acabo de rir). O único macaquinho que tínhamos do Ringo (o futuro palhacinho) já não cabia mais nele e não adiantava tentar tirar o molde. O jeito foi improvisar. Cortamos dois retângulos que seriam as pernas do macaquinho. Invertendo os tecidos (para deixar ainda mais colorido e alegre) e colamos nas faces opostas numa diagonal. Para fechar o retângulo nas patinhas, apenas grudamos uma das fitinhas decoradas em cores opostas na ponta do triângulo que ficará no ‘tornozelo’ do Ringo. Observe que é apenas  a fitinha que se encontra e fica redondinha, o retângulo todinho fica com as laterais soltinhas.

palhacinho 4 montado

Quase tudo pronto. E começando a ter cara de palhacinho! Falta só enfeitar a fantasia. Vamos colocar os frufrus no dorso, fazer a gola com a outra cor da fita enfeitada colorida e passar mais fitinha onde der.

Pra cabeça, chapeuzinho de cone. Pegamos um miolo de papel higiênico e cortamos para montar um cone. Depois foi só colar um pedaço de tecido e por um frufruzinho na ponta e dois nos lados. Distribua paetês e strass a gosto. Diz se não ficou lindo esse palhacinho? Vamos para o bloco logo, minha gente!

palhacinho 5 montado

“Oh, abre alas que eu quero passar…”