Vai começar a brincadeira!

duplinha

Eu até pratico o mantra “São cachorras! São cachorras! São cachorras!” Mas né, chega dia das crianças e lá vou eu correndo embalar um mimo para dar às minhas peludinhas. E por aí, quem agrada o peludo com frequência?
E por ser a semana do dia das crianças o blog organizou uma sequência de posts sobre os brinquedos preferidos dos peludos da turminha! Traremos dicas e sugestões para deixar seu amiguinho ficar mais feliz e alegre, porque, afinal, eles são as nossas crianças!

Entrando no tema, escolhi falar do brinquedo-mais-legal-de-todos-os-tempos e que faz a cabeça das minhas pequeninas toda vez que chega na roda, rs: PELÚCIA COM GARRAFA PET.

Não passava pela minha cabeça o quanto cachorro é fissurado em garrafa pet (vazia, claro!) e descobri isso numa das primeiras idas à casa da vovó com a Yuppie – sim, ainda nem existia Chloé por aqui. Vi a cachorra do meu primo super entretida com a garrafa e a Yuppie louquinha pra pegar. Impressionante como o barulho da garrafa os mantêm bem ocupados. O único porém foi que a gengiva, sendo bem frágil, sangrava com facilidade.
Até que descobri um brinquedo que basicamente é uma pelúcia cobrindo a garrafa pet! E o melhor: a pelúcia pode ser lavada e podemos trocar a garrafa por uma novinha e que faça mais barulhinho!

O primeiro brinquedo desse estilo comprei pela internet. Era da marca JAMBO e foi sensação aqui em casa desde a sua chegada, apostei e acertei em cheio. O outro achei num petshop da minha cidade e foi mais atrativo pelos cabelinhos e bracinhos do leão, feitos com fiapos que atraem as minhas peludinhas e elas não largam. Infelizmente o segundo, da marca AFP, é um pouco menor e por isso difícil achar garrafa para substituir a antiga. Mas também pode ser lavado (só estou procurando até agora uma garrafa pra por dentro porque joguei a que veio nele fora antes de pensar se teria outra ou não).

jambo e afp

Então que em recente viagem para o exterior encontrei outro brinquedo de garrafa pet e óbvio que trouxe pras minhas crianças. Para nossa surpresa ele não só faz o barulhinho da garrafa pet sendo amassada como também apita feito as demais pelúcias, pois possui squeakers. Deixa tentar explicar melhor: apertando em qualquer lugar do brinquedo, a garrafa pet aciona o apito (squeaker) e deixa o bichinho alucinado (pelo menos as minhas amam um apito). Pronto! Virou meu preferido dentre os três! O problema? Não guardei o rótulo com a marca e nem achei pela internet qualquer indício para dar dicas. Mas se você gostar de brinquedo de garrafa pet pros seu amiguinhos, saiba que já existe esse modelo igual ao da foto!

yuppie e pato

Ah, pra tornar a brincadeira ainda mais legal, já pus dentro da garrafa pet grãos de feijão ou coisa similar, faz barulho e elas gostaram. E, além desses modelos mostrados no post, você encontra vários outros em sites e pet shops. Existem até exemplares temáticos para Natal ou Halloween!

tematicos

E dos leitores, qual peludinho também se amarra em uma garrafa pet?

Aproveite para ler sobre outros brinquedos que já passaram por aqui. Já falamos, inclusive, de brinquedos recheáveis (para agradar os gulosinhos) e também daqueles que propõem um certo desafio ao pet.

Anúncios

Protegendo seu cãozinho na Copa

A Copa do Brasil chegou! Hora de torcer, de enfeitar a casa, de festejar com a família… Mas um momento tão divertido pros humanos pode ser aterrorizante pros cães, graças aos fogos de artifício. Com esses primeiros jogos, você provavelmente já conseguiu observar como seu filhote se comporta.

A maioria dos cães fica bem assustada com o barulho e os clarões no céu. E os donos muitas vezes reforçam esse comportamento, ao mimar ainda mais o cãozinho assustado, pegá-lo no colo durante as crises, falar com voz de bebê, etc. O que pode parecer uma boa idéia, na verdade é bem prejudicial, pois o animal passará a associar medo a carinho, e aí será mais difícil controlar a situação. E atenção: também não adianta punir o cachorro!

medo de fogos

Mas o que posso fazer para ajudar meu amiguinho?

A prevenção é sempre o melhor remédio! O ideal é tentar dessensibilizar o cachorro, ou seja, expô-lo gradativamente aos sons assustadores enquanto a vida segue normalmente. Em outras palavras: você pode gravar os barulhos que assustam seu pet (ou buscar na internet) e colocar baixinho para ele ouvir. Enquanto isso, você age como se nada estivesse acontecendo, ou então procura envolver o cão em alguma atividade que ele goste, como buscar a bolinha ou comer um petisco. Faça isso diariamente, aumentando aos poucos o som.

Lembre-se que o aumento do volume deve ser bem lento, então o ideal é começar o processo de dessensibilização com várias semanas de antecedência. E se, em algum momento, seu cão se mostrar assustado ou nervoso com o barulho, reduza o volume, para não correr o risco de perder todo o progresso obtido.

Não consegui dessensibilizar meu cachorro. E agora?

Nesse caso, você pode usar técnicas para minimizar o problema. Em dias de jogos, procure deixar as janelas fechadas, se possível com cortinas grossas, cobertores ou até mesmo um colchão para abafar o barulho. Deixar um ventilador ou aparelho de ar condicionado ligado ou uma música suave tocando também ajuda a mascarar o som dos fogos.

É interessante, ainda, oferecer um local onde seu cão possa se refugiar. Pode ser a caixa de transporte (mantendo a porta aberta), uma casinha, embaixo de uma poltrona, uma cabana ou qualquer outro lugar em que seu bichinho se sinta seguro.

Tranque bem todas as portas e janelas, para evitar fugas. E vale a pena colocar uma medalhinha (plaquinha de identificação) com o nome e telefone no pescoço do seu cão, pois é sempre melhor prevenir – e ainda vai facilitar a recuperação do seu filhote caso, mesmo com todas as precauções, ele consiga escapulir.

foto 1

Retire objetos perigosos do ambiente, como aqueles de vidro ou pontiagudos. Jamais deixe seu cão preso em uma corrente, pois num momento tão estressante ele pode acabar se enforcando enquanto tenta se proteger. Aliás, se for possível, permaneça com seu animalzinho durante os jogos, para que ele não fique sozinho.

E o mais importante: mostre-se confiante diante dos barulhos. Os cães são mestres em linguagem corporal, e ver o dono calmo vai ajudar nesse momento! Assim, a Copa se torna agradável para você e seu melhor amigo!

shih tzu cafe na copa

Outubro Rosa

No mês de outubro, desde a década de 90, são realizadas ações de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Essa campanha, chamada “Outubro Rosa”, teve início com a “Corrida da Cura” na cidade de Nova York, ocasião em que foram distribuídos aos participantes laços cor-de-rosa pela Fundação Susan G. Komen. Essa instituição se dedica à pesquisa de causas, tratamento e busca pela cura do câncer de mama, sendo estabelecida no Texas.

Em pouco tempo a campanha se espalhou pelo mundo! Nessa época, são realizadas ações voltadas à prevenção do câncer e há a iluminação de monumentos, pontes e prédios públicos com a cor rosa, para atrair a atenção da população. Também são oferecidos exames e palestras gratuitas sobre o tema em diversas cidades.

O símbolo da campanha é o laço cor-de-rosa, usado em sinal de solidariedade, comprometimento e mobilização em torno da luta contra o câncer. A turminha do Shih Tzu Café não poderia ficar fora dessa, e veio também ajudar a divulgar a importância do diagnóstico precoce! Até mesmo os meninos aderiram ao rosa!

Shih Tzu Café apóia o Outubro Rosa

É importante estar sempre atento à sua cadelinha e examinar a barriga, as mamas e as regiões próximas à procura de nódulos. Você pode aproveitar um momento de carinhos ou da escovação para realizar esse exame tátil. E, caso encontre qualquer carocinho, consulte logo um médico veterinário.