A escolha do Pet Shop

Atualmente o número de adeptos ao banho em casa vem aumentando, mas ainda existem muitas pessoas que não tem tempo, habilidade ou vontade de dar banhos em casa. Daí surgem dúvidas como “Em qual pet shop devo levar?” ou “Qual o melhor pet shop?”

Confesso que neste post não darei a solução a essas perguntas, mas pretendo mostrar o melhor caminho para achar um pet do seu gosto. Vamos lá!

O primeiro passo é visitar o máximo de pets possíveis, pois cada pessoa tem sua preferência. Eu mesma prefiro um pet que trate os cães com um certo carinho e que tenha vidro onde você possa acompanhar o banho.

O segundo passo é conversar e conhecer o espaço, se possível falar com os banhistas e tosadores. Fique presente em pelo menos um banho completo de seu cão, mas lembre-se de não ficar chamando ou agitando o cachorro enquanto ele toma banho. Isso atrapalha o banhista e o tosador, e você não conseguirá ver como o cão será tratado sem a sua presença.

Após o banho é importante verificar se seu cão não esta com algum machucado ou se terá alguma reação aos produtos utilizados. E, se no primeiro pet não der certo, não tenha medo de tentar em outros locais, afinal só saberemos o que é melhor para o nosso animalzinho testando.

A Thalyta também leva o Mylow em pet shop. Como será o local em que ela leva?

“O Mylow vai uma vez ao mês ao pet fazer a tosa bebê. Já passei por dois lugares diferentes. O primeiro lugar onde levei foi na própria clinica veterinária e, como lá não é aberto, só é permitida a entrada de funcionários no local. Assim, o dono não pode acompanhar o cão, o que não me deixava satisfeita… Ainda bem que o Mylow voltava hiper feliz! Além disso, nunca tive problemas com a tosadora e ele demostrava um imenso carinho por ela. Então fui apresentada a  um Pet Shop como manda o figurino, com espelhos, câmera e total segurança, mas justamente nesse houve um erro gigante do tosador: por mais que eu tenha enfatizado que não era para cortar o bigode do Mylow, ele cortou! A minha solução foi voltar para o antigo, que ele frequenta na base da confiança, mas toda vez que meu peludo volta faço uma revisão total do corpinho. E em ambos faço questão de saber se a temperatura da água é morna.”

A Alice também tem sua preferência e irá nos contar sobre o pet shop aonde leva a Dina Nina:

“A Dina Nina vai quinzenalmente ao pet shop para banho e hidratação. Uma vez por mês, é feita a tosa higiênica. O pet shop fica numa clínica veterinária, o que algumas pessoas não recomendam pelo medo de se misturar cães sadios com animais doentes. No caso da Dina, porém, nunca vi essa interação, já que o local possui três andares, sendo um dedicado ao banho e tosa e os outros a consultas e internações (atendimento veterinário).

Sou daquelas que me preocupo mais com a qualidade dos serviços prestados do que com a sofisticação do ambiente. A Dina se dá bem com o banhista, sempre volta alegre e cheirosa e nunca apresentou qualquer alergia aos produtos usados. Percebo que é querida pelos funcionários do local e acho uma grande vantagem que todos conheçam seu histórico de saúde.”

Quer acompanhar mais sobre a nossa turminha? Então curta nossa fanpage!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s