Alimentação natural: o que é e como o Capuccino entrou nessa!

Muitas vezes, as pessoas me olham como se eu fosse louca, quando digo que o Tino não come ração.

-Nem na janta?

-Não.

– Nem um pouquinho?

-Não.

-Nada nada nada?

-Não.

Nessa hora, as pessoas ou me dizem que estou matando meu cachorro, ou ficam encafifadas com essa decisão. Afinal, sempre nos dizem que a ração é completa e a melhor opção para nossos peludos, certo? Depende. Se feita com atenção e responsabilidade, seguindo corretamente as orientações de veterinários nutrólogos, ela pode ser muito melhor que qualquer ração super premium.

Deita!

Deita!

O que é a Alimentação Natural

A alimentação natural é uma dieta caseira e balanceada para cães e gatos, uma comida saudável, fresquinha nutritiva e saborosa. Não é separar um pouquinho da sua comida para o seu cão. Muito menos dar os restos da sua comida para ele.  Ela deve ser calculada de acordo com o peso do seu pet e todas as porções diárias devem ser pesadas.

A grande referência à Alimentação Natural que encontrei foi o site Cachorro Verde. Famoso até entre quem alimenta seus cães com ração (todo mundo já chegou até o site, procurando saber se aquela fruta, que o Totó comeu escondido na festa, podia mesmo!), o site é escrito pela veterinária nutróloga Sylvia Angélico.  Sempre segui as orientações do site e minha veterinária me indicou exatamente ele, quando falei que queria trocar a alimentação do Tino.

O Cachorro Verde trabalha com três modalidades da dieta: a Dieta Crua com Ossos, a Dieta Crua Sem Ossos e a Dieta Cozida. Nas duas primeiras, as carnes são congeladas para inativar parasitos. Na terceira, a profilaxia é feita através do cozimento.

Na Alimentação Natural, os cães comem porções compostas por carnes, vísceras, legumes (que devem ser cozidos ou liquidificados, para absorsão dos nutrientes) e carboidratos, além de complementos como iogurte, levedo de cerveja, azeite e pó de casca de ovo (no cado de dietas sem ossos). É muito importante variar os alimentos dentro desses grupos, para garantir nutrientes diversos e torná-la uma fonte completa de tudo que seu cão precisa.

Se elaborada corretamente, a dieta atenderá a todas as necessidades nutricionais do seu peludo. Antes de iniciar a transição, verifique se seu animal está saudável e deixe seu veterinário informado da mudança na alimentação do seu peludo. Caso prefira, a Dra Sylvia Angelico oferece consultas à distância, via Skype, ou presenciais, em São Paulo.

E o Tino nessa história?

Quando filhote, o Tino teve alguns probleminhas de saúde. Primeiro, foi a otite.  Depois, sarna demodécica, umas feridinhas na pele que aparecem quando a imunidade do cão não está lá essas coisas.

Nessa época, veio a primeira consulta veterinária (e o primeiro rombo no orçamento! hahahaha). Fui em um pet shop/clínica próximo a minha casa, no qual o antigo (nem tão antigo assim, mas ele já não era vivo…) cão da minha tia se tratava quando havia necessidade. A otite foi até tranquila de tratar, apesar da luta diária para a aplicação do remédio. Já tratamento padrão para demodicose, feito com um remédio tóxico e bem forte, não mostrou resultados no tempo esperado. As aplicações viravam um evento lá em casa, abrindo todas as janelas, praticamente interditando a área de serviço para passar o  remédio e organizando quase uma operação de guerra para sair imediatamente para passear assim que terminasse, para distrair o Tino e evitar que ele se lambesse. E não adiantou. Algumas bolinhas sumiram, mas outras continuavam no meu gordinho. Insatisfeita com o tratamento, busquei outras abordagens e achei referência a casos de sucesso tratados com homeopatia e alimentação natural. E foi aí que me joguei de de cabeça nesse mundo (com o Tino no braço, claro), e é a forma como “trato” qualquer problema do Tino até hoje.

A veterinária nova super apoiou a troca e eu já vinha estudando o site Cachorro Verde há alguns dias. Então, como a ração estava acabando, resolvi iniciar a troca. Durante uma semana, você mistura ração  comida, aumentando a quantidade de alimenação natural e diminuindo a de ração progressivamente. Ao final dos sete dias você inclui os complementos, um por dia, e começa a variar os alimentos (um por dia também).

O Tino simplesmente ADOROU, e fica super feliz na hora das refeições (coisa que não acontecia com a ração). E para quem dizia que, se ele precisasse comer ração por algum motivo, isso seria um problema: Tino DEVORA rações alheias nas casas de outros cães, fico até com vergonha!

Hora do jantar!

Hora do jantar!

Anúncios

6 comentários sobre “Alimentação natural: o que é e como o Capuccino entrou nessa!

  1. Acho super mega válido a alimentação natural, aqui em casa, o veterinário recomendou a gente dá uma vez ao dia a comida natural de manha comida e de. Tarde ração, pois o numero de cachorros que ele vem operando para tirar pedra nos rins é muito grande. Ele também passou a ração para pedra e tudo, para eu ficar dando pelo menos uma vez por semana, já que shitizu,lhasa e yorke tem uma facilidade para desenvolver, inclusive o irmão da Junie, que fica com meu namorado, teve, com apenas 6 meses de idade… Mas eu não sabia desse site, agora será bem útil 🙂 parabéns pele post :*

    • Obrigada, Morgana! O Cachorro Verde é enoooooorme, tem um mundo de informações lá! Com certeza você vai aprender muita coisa bacana sobre o assunto!
      Um beijo pra você e pra Junie! E pro irmãozinho dela também! Ele já está melhor? 🙂

  2. Jôi teve acompanhamento ,e hoje está ótimo, ele fica com minha sogra… Que é uma super vó, tem que ver, o amor que ela sente por ele é enorme e fez possível é impossível para ele melhorar logo… Obrigada pelos beijos 😘

  3. Pingback: Comer, comer! Comer, comer! É o melhor para poder crescer! | Shih Tzu Café

  4. Pingback: Três tipos de Dietas Caseiras para cães | Shih Tzu Café

  5. Meu Shih Tzu odiava a ração e tinha sempre probleminhas de cristais urinários, e ai tinha que comer rações pra cálculos e não comia de jeito nenhum… ele sempre adorou frutas e comida quando conseguia roubar… então conheci o site do Cachorro Verde e adorei a idéia.. sou veterinária e tudo que aprendi na faculdade era alimentação apenas com ração… mas hoje é uma bomba são carnes mecanicamente modificadas, alimentos transgênicos .. enfim e com toda a aula neste site e todos os casos demonstrados resolvi acabar com o problema da comida do Eros, ele agora tem prazer em comer… Ainda vou passa pela consulta pelo skype com Dr. Sylvia da cachorro verde para uma dieta hipoalergênica, para emagrecer, e que ao mesmo tempo controle a tendência dele em formar cristais na urina… Mas para quem não tem nenhum problema de saúde com seu cão, as informações do site sobre a dieta natural é mais que sufuciente, nem precisaria de uma consulta… Conto a vcs assim que passar pela consulta e iniciar a dieta terapêutica que será indicada… Espero a perda dos quilinhos que ele ganhou e estão atrapalhando os exercícios e a saúde com colesterol e triglisserídeos aumentados e o fígado gordinho, e a “atopia” alergia de pele resolvida ou pelo menos controlada…
    Super indico, o trabalho umas horinhas na cozinha 1X por semana ou até com intervalos de 15 dias… e o freezer mantém a comida congelada e com suas propriedades…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s