A escolha do canil.

Pelos relatos que já ouvi de conhecidos, quando se começa a pensar em ter um animalzinho, geralmente preocupa-se somente com a raça, com fatores como temperamento e tamanho do animal, pouco se importando no tratamento que os pais e filhotes recebem no local em que vivem. Somente após surgirem alguns problemas é que para-se para analisar as questões relativas ao canil.

Uma cruza responsável requer muito mais que espaço e interesse em ter filhotes, muito mais que cruzar dois cães com pedigree. A responsabilidade e comprometimento do canil são de suma importância.

É importante que sejam observados alguns pontos:

  • O ambiente em que os cães vivem: devendo dar prioridade por locais abertos, sem que estejam presos em pequenas grades, de modo que possam ter um dia-a-dia tranquilo e sem restrições;
  • A alimentação oferecida: devem dar prioridade àqueles canis que oferecem ração super Premium ou uma alimentação natural feita de forma criteriosa. Se o canil está mesmo preocupado com o bem estar do animal, seu desenvolvimento adequado e crescimento sadio, procurará manter suas matrizes e pareadores com uma alimentação adequada e balanceada como essas;
  • Limpeza do ambiente: de nada adianta os cães conviverem em locais abertos e arejados se constantemente sujos. Existem vários vermes que são encontrados nas fezes, urina e até mesmo em plantas e locais abertos e que, por falta de higiene, podem contaminar os cães;
  • Combate à carrapatos e pulgas: se recebemos a orientação de que é necessário manter a carrapaticida em dia, por que eles também não? Assim, é bom saber se o canil se preocupou com as aplicações;
  • Vacinação e vermífugo: é bom saber sobre o histórico de vacinação e vermifugação dos cães adultos e se os filhotes receberam as doses necessárias pelo período em que ficaram no canil;
  • Analisar matrizes e pareadores e verificar se não são realizados cruzamentos entre “parentes”;
  • Tentar contato com pessoas que já compraram do canil escolhido para ter referências;
  • Pesquisar na CBCK se existe alguma reclamação e verificar os últimos cães registrados.

Para as compras pela internet, eu aconselharia ainda a pedir vídeos do filhote e dos pais, e principalmente, pedir várias referências, e por em contrato as condições e penas caso não sejam respeitadas.  Condições como: cobrir gastos com tratamento de doenças adquiridas ainda no período que esteve no canil, gastos com a 1ª consulta para atestar as boas condições que recebeu o cão.

E fique de olho se tentarem te enganar:

  • O pedigree custa ao criador algo em torno de 40 reais e, se há a garantia de que um filhote é puro, preços mais altos em função do pedrigree não se justificam.
  • Não existe essa coisa de Shih Tzu Mini ou Imperial. Promessas de cães adultos abaixo de 4,5 kg fogem, inclusive, ao padrão da raça, que admite apenas cães entre 4,5kg e 8kg. Cães muito pequenos podem ainda apresentar diversos problemas de saúde no futuro.

Acho que, embora chatos, são pontos que auxiliarão a afastar dores de cabeça indesejáveis com seu pequeno mascote. Ultrapassada essa fase, chega a hora de se apaixonar pela bolinha de pelo que será sua, aproveite!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s